A instalação Cascata faz alusão às quedas d’água brasileiras, a partir da releitura de uma criação tradicional de seu artesanato: as cortinas de contas. A cortina delimita espaços e passagens sem ser um bloqueio, configurando uma barreira transponível, feita para ser permeada, como a água.

A obra, que foi executada em parceria com uma cooperativa que visa o desenvolvimento social de mulheres artesãs de comunidades carentes do Brasil, – a Cooperaldeia – é uma metáfora de duas grandes fontes de energia brasileira: a natural e a humana. Os fios da cortina são feitos com canudos e miçangas.

Data
2015
Materiais
Canudos e miçangas
Tipologia
Instalação